terça-feira, 28 de setembro de 2010

Dança comigo?


A dança é um glamour aonde duas pessoas dançam e quatro se balançam na  confusão de sombras, pés e mãos. A energia transmitida vai até o asfalto estremecendo-o com tanta vibração. As pulsações aumentam, a transpiração se transfigura e o suor transborda a sua derme dando mais brilho ao que já está está iluminado. O toque suave ou astuto característico de cada ritmo nos impõe certa disciplina e orientação. Desorientar-se também nos é proposto pelos viés de nossa imaginação. Gruda os olhos com preguiça de abri-los e sente, sente  o canto que o possui e desliza de maneira natural às batidas do som, não há nada melhor, ser conduzida pelo sopro, leve sopro do que se toca, uma dança a dois, mas independentes, porque independentemente de qualquer coisas ambos dependem do mesmo toque. Vem conduzir-me essa dança com um lenço postos aos meus olhos (para não haver perigo de ver-te) e me embala nessa tão fantasiosa emoção de ser conduzida sem saber a quem.

2 comentários:

  1. Hahhhhahahah! Sou tua fã amiga!!!
    saudadessssss!!!!!!

    ResponderExcluir
  2. Ow....obrigada amore...Também viu...MUITA saudadess!! Beijosssss

    ResponderExcluir

Bem-vindo ao meu blog! Fique à vontade de expor suas palavras silenciosamente e majestosamente. Obrigada pela visita.

"Entre mim e mim, há vastidões bastantes para a navegação dos meus desejos afligidos." Cecília Meirelles